Blog

Dicas de alimentação para o ENEM

November 3, 2016

Em uma época que os estudantes "comem" os livros visando uma boa nota nas provas uma das maiores preocupações também deve ser a alimentação. Muitas dúvidas surgem sobre o que comer antes e durante uma avaliação tão importante como o ENEM.

Então, para quem vai fazer essa “maratona intelectual”, aqui vão algumas dicas valiosas:

 

1.      Não saia da rotina na véspera.  

Nunca tente mudar hábitos introduzindo alimentos muito diferentes na véspera da prova ou sair para consumir opções de comidas mais “pesadas” como fast foods, feijoada, rodízios, entre outros. Isso pode causar sintomas gastrointestinais indesejáveis como gases, estufamento abdominal, enjoo, azia e queimação e atrapalhar seu rendimento na prova.

 

 

2.      Nunca vá para a prova de estômago vazio:

Mesmo se não sentir muita fome ou não quiser comer por conta da ansiedade, se esforce para fazer pelo menos uma refeição leve. A falta de nutrientes e o estômago vazio podem resultar em hipoglicemia (diminuição da taxa de glicose no sangue), o que pode causar sonolência, dores de cabeça, queda da pressão e até dificultar a concentração. Sem energia o cérebro não consegue atuar de forma correta.

 

Uma opção interessante para quem não consegue comer grandes volumes e refeições sólidas são as alternativas de líquidos mais incrementados como suco verde, vitaminas, sucos energéticos ...

Para os que conseguem fazer uma boa opção alternativas de frutas e cereais integrais são interessantes para manter a energia constante e evitar picos de glicose no sangue.

 

3.      Fique atento para as opções de almoço pré-prova:

Deixe a feijoada para o outro fim de semana. Refeições pesadas exigem muita energia para a digestão e acabam deixando você sonolento, prejudicando a leitura e interpretação das questões. Além disso, evite alimentos muito gordurosos: eles retardam o esvaziamento gástrico e dão sono. Evite também coisas com muito sal, como batata frita. Isso só vai aumentar a sua sede e causar desconforto durante a prova.

 

Consuma carboidratos, que são uma boa fonte de energia e combustível para o cérebro. Sempre preferindo as alternativas integrais e opções de acompanhamento leves como carnes brancas grelhadas, legumes com temperos naturais e uma saladinha caprichada.

 

4.      Acrescente alimentos que possam ser estimulantes na medida certa:

Uma opção interessante é o Chá verde e Matchá que são estimulantes naturais, além do chocolate 70% cacau (que ainda ajuda à combater a ansiedade) e o café com óleo de coco por exemplo. Sempre com orientação e se for indicado para o seu caso.

 

5.      Durante a prova:

Consuma alternativas com carboidratos mais complexos que liberam a energia de forma constante e alternativas pouco perecíveis para evitar que estraguem. Opções como o pão integral, sem maionese e ovo, por exemplo; mix de castanhas e barrinhas de cereais de boa qualidade (sem xaropes e maltodextrina, compostas apenas de castanhas e frutas), também são uma boa opção.

Se hidrate durante a prova, mas não em excesso para ter vontade de sair para ir ao banheiro o tempo todo. Água mineral e de coco são uma boa opção.

 

Então siga estas dicas e boa prova ;)

 

 

 

Please reload

April 9, 2019

Please reload

Recentes

 

Atendimentos

Barra da Tijuca e Freguesia 

Marcações:

(21) 99606-5575

clinicafernandamarques@gmail.com

 

Nutricionista

Redes sociais:

  • YouTube - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon