Blog

Síndrome do ovário policístico e a alimentação


Hoje o post é sobre a Síndrome do Ovário Policístico (SOP). ⁣ Essa síndrome metabólica atinge até 10% das mulheres em idade reprodutiva e tem como característica a manifestação de sintomas como acne, hirsutismo (aumento da quantidade de pelos), excesso de gordura abdominal e dificuldade de perder peso, resistência à insulina, hiperandrogenismo (alteração hormonal), depressão, exaustão, cansaço e, em alguns casos, infertilidade. ⁣ ⁣ O ideal para mulheres com SOP é a alimentação saudável em conjunto com atividade física regular, sem o uso de anticoncepcionais (avalie sempre com sua ginecologista). ⁣ Então, pra ajudar no tratamento e diminuição dos sintomas, trouxe algumas orientações: ⁣ ⁣ 1) O ideal é manter um cardápio mais natural possível, com o mínimo de industrializados, processados, adoçantes e embutidos. Prefira os alimentos anti-inflamatórios e antioxidantes, as gorduras boas, as fibras e probióticos. O consumo de alimentos com baixo índice glicêmico é importante e a dieta low carb pode ser uma boa estratégia. ⁣ ⁣ 2) É muito importante a realização regular de exercícios de força combinados com atividades aeróbicas. Procure atividades que você goste e sinta prazer.⁣ ⁣ 3) Controle do estresse e ansiedade, mas é sempre bom se encontrar nesse sentido. Avalie o que te faz sentir bem no dia a dia e pratique! ⁣ ⁣ 4) Regulação do sono/higiene do sono.

A SOP é uma condição que exige, sobretudo, paciência. Lidar com os sintomas dela pode não ser fácil, mas o tratamento é possível. Busque sempre o acompanhamento médico e nutricional para definir o que é melhor para você e ver a evolução e melhora na qualidade de vida que a alimentação pode proporcionar.

#SOP #saúdedamulher #mulher #alimentação #lowcarb